Off

Blablabla Media soma presenças em laboratórios e fóruns de indústria europeus

No último trimestre de 2022, duas produções da Blablabla Media marcarão presença em, pelo menos, três importantes eventos de cinema dedicados à animação e ao documentário. Se A Menina Com Os Olhos Ocupados, de André Carrilho, é uma das 11 curtas selecionadas para pitching no segundo maior Fórum europeu dedicado à animação (CEE Animation Forum, República Checa) e no maior encontro de indústria de Espanha (Weird Market, Valência), O Projeto Erasmus, de Filipe Araújo, integrará já neste mês de setembro o Doklab, primeira residência imersiva do festival Punto de Vista, representando Portugal e Itália. A acontecer em Pamplona, o novo laboratório dedicado ao documentário de criação contará com a participação de grandes nomes do cinema documental, como Alan Berliner ou Victor Kossakovsky

Atualmente em produção pela Blablabla Media, com os apoios financeiros do Instituto do Cinema e Audiovisual e da Sociedade Portuguesa de Autores, A Menina Com os Olhos Ocupados, do ilustrador e cartoonista André Carrilho, estreia-se este trimestre nas lides dos pitchings e fóruns de indústria com duas seleções internacionais. O Weird Market em Valência, Espanha, e o conceituado CEE Animation Forum, na República Checa, são as primeiras paragens do projeto, a acontecerem entre finais de setembro e início de novembro, respetivamente.

Baseado no livro homónimo pintado a aguarela por Carrilho e animado em 2D com recurso a uma técnica inovadora, A Menina Com os Olhos Ocupados debruça-se sobre o quotidiano de uma criança que, apesar dos incríveis apelos da realidade que a rodeia, não consegue desprender os olhos do ecrã do telemóvel. Lúdico, fresco, atual e artisticamente estimulante, deverá chegar às salas no início de 2024.

Quanto à co-produção luso-italiana O Projeto Erasmus, será este mês um dos projetos em foco na residência imersiva de 14 dias do Festival Punto de Vista.

Atualmente em fase de desenvolvimento, depois de ter passado pelo Eurodoc, 3XDOC, Docs Barcelona – Campus (2021) e DocsBarcelona – Industry Forum (2022), o projeto de Filipe Araújo tem vindo a despertar o interesse de vários parceiros internacionais.

No contexto do Doklab, laboratório intensivo com a presença de cineastas como o americano Alan Berliner ou o russo Viktor Kossakovsky, será acompanhado ao longo de seis meses, com apresentação pública no contexto da próxima edição daquele que é considerado o mais importante festival do país vizinho dedicado ao documentário de criação.

0

Comments are closed.